26
mar
10

Bobeou, (a covardia) tá na net


Eis que essa semana chega em minha caixa postal dois e-mails diferentes com o mesmo tipo de conteúdo, o qual me fez pensar e reclamar (claro!)

O assunto dos e-mails eram:

– “Ana caixa da loja X – cidade de Y”

– “Lú, secretária do ‘fulano’, advogado da conhecido da cidade XPTO”

Acho quejá da para imaginar os anexos que vieram. Num deles várias fotos tiradas em um motel e no outro um video feito com celular. Em ambos, percebe-se que foi com o consentimento da moça.

Bom, eis o que temos, provavelmente dois caras que ficaram com duas gatinhas e por causa da inocente confiança que elas tinham neles, deixaram ser registradas em toda sua intimidade.  O video do celular chega a mostrar um ângulo que talvez só o ginecologista dela tenha visto tão claramente.

A minha reclamação não é necessariamente por ter recebido os e-mails, pois confesso que apreciei as imagens, afinal, sou uma voz mas uma voz masculina. O que gostaria de colocar é o lado das meninas. O que esses caras fazem é um p*#ta sacanagem.

Portanto caro amigo, se uma gata cair na asneira de deixar você levar em seu celular as imagens dela totalmente nua, pense duas vezes caso vc deseje publicar na rede. Pense que poderia ser a sua irmã ou uma filha sua, ou até a sua mãe (sim a sua mãe pode sair com um garotão e ele fazer a mesma coisa)

Imagens dessa na rede podem acabar com a reputação de uma mulher, ainda que ela esteja fazendo ali nada mais nada menos do que todo mundo faz: sexo.

Portanto, se você é esperto e tem ‘pegado’ várias gatas, seja esperto e não divulgue.

E vocês meninas, cuidado, pois mesmo que seu ficante-namorado-amante seja de confiança, ainda assim o celular dele pode ser roubado ou perdido. Aí minha querida, já era…

Anúncios
01
out
09

Olímpiadas no Rio?

Fico me perguntando de que lado eu estou nessa briga entre os que defendem que os jogos olímpicos sejam feitos no Rio de Janeiro, e aqueles que acham que não.

Por mais que eu pense na coletividade, é óbvio que, mesmo sem querem, a primeira questão que me vem a cabeça é: o que eu individualmente vou ganhar com isso? Bom, eu certamente não ganharei nada, não vou oferecer vaga no meu apartamento para abrigar gringo nenhum em troca de alguns dólares, não vou vender cerveja na rua nem quaisquer outras coisas que possam interessar aos turistas e nem mesmo vou poder ficar acompanhando os jogos de perto porque eu preciso trabalhar e não tenho tempo para estar em porta de ginásio em pleno dia de semana às 3 horas da tarde.

Agora, deixe-me pensar coletivamente. Os bairros que mais frequento por questões de trabalho, moradia de amigos e familiares e da minha própria moradia, não vão ter melhorias significativas e permanentes por causa dos jogos. Talvez um melhor calçamento em torno do Maracanã onde costumo ir, talvez uma melhoria nos postes da zona sul em locais próximos aos hotéis, mas… ainda não é o que realmente precisamos.

O que nós precisamos realmente, são de escolas mais bem equipadas, melhores hospitais, e tudo aquilo que pedimos sempre e que em todas as eleições para qualquer cargo são sempre prometidas.

Talvez, grande parte de quem ler esse post, nunca tenha precisado ir a um hospital público. Não porque seja da elite, mas porque mesmo sendo de classe média possui algum plano de saúde que lhe garanta no mínimo um quarto coletivo em clínica particular.

Talvez você leitor, veja esse post como apenas mais um depoimento desses do tipo, mais um blá blá blá de quem possa ser contra a realização dos jogos. Mas certamente, existe uma parte enorme da população, que nem sabe o que é internet, que está nesse segundo, sofrendo numa fila de hospital.

Sofrendo porque não encontra aquele remédio caro na farmácia gratuita do hospital e apenas ouça da atendente a frase: “Não tem seu remédio, acabou, o governo não mandou mais. Estamos sem recursos”.

E as escolas públicas? Com alunos que mal podem ser bem educados pelos profissionais que ganham uma miséria para lecionar, estas escolas  não podem oferecer a metade do lazer e do ensino que uma escola particular pode. Dessa forma, as crianças e adolescentes que lá estudam, acabam inventando um monte de merd* pra fazer. Exemplos são muitos, crianças que se juntam para espancar. Adolescentes que levam armas para a escola. E porque o governo perde o controle? Porque nao tem “recursos” para melhorar.

Quem faz festa e torcida para que os jogos sejam realizados no Rio, se enquadra em um dos seguintes perfis:

– Faz parte da organização e sabe que pode “levar algum”

– Possui espaço para receber turista e sonha em ganhar uns míseros trocados durante os jogos.

– É político e quer ter seu nome estampado em qualquer coisa relacionada aos jogos. Para que, em futuras campanhas políticas, possa usar isso a seu favor.

– É do povo e está iludido achando que isso vai ser bom para ele. Quando na verdade, na prática  ele sonha com a graninha que vai ganhar sendo ambulante, flanelinha ou quem sabe, tentando dar uma de cambista.

Continue lendo ‘Olímpiadas no Rio?’

03
set
09

Higienizador que dá dor… de cabeça

Agora mais um relato de um de nossos leitores, e também meu “seguidor”, o Derek Szabo ( @derekszabo ) . Assim como fez o @mrsamamba quando enviou pra cá o relato sobre a tv por assinatura que deu tanto trabalho para ele. Tanto trabalho e raiva, que ele até colocou videos no youtube para protestar.

Já o Derek teve problema com um site de vendas. Abaixo a transcrição do e-mail dele, contando o que houve. Boa sorte meu caro.

E se você também tem uma história pra contar, mande pra mim: eureclamo2009@gmail.com

O texto é de responsabilidade do mesmo:


“Comprei um produto “higienizador a vapor” do site Americanas.com, o produto chegou com algumas falhas técnicas, inclusive queimei minha mão decorrente de uma dessas falhas, mas mesmo assim continuamos usando, até o produto parar de vez (isso durou 2 dias)

Ainda no prazo legal de 7 dias, procuramos a Americanas.com, e eles mandaram buscar o produto e entregarem um novo produto (que durou um mês e dois dias, até dar defeito novamente).

Passado o prazo legal para devolução na loja, eles me solicitaram o envio do produto para assistência técnica. Eu moro na cidade de Franca, interior de SP, e a assistência técnica fica no Rio de Janeiro – capital.

Tentei procurar a assistência técnica da empresa, o atendimento não foi bom, tentei por várias vezes (fazendo interurbano e tudo mais) falar na assistência, quando finalmente consegui, tive a impressão de uma empresa completamente desorganizada, mas me pediram para enviar o produto para a assistência, e assim o fiz. Durante esse tempo que o produto ficou na assistência (não me lembro com precisão o tempo de espera), foram diversos interurbanos, taxa de envio que não foi ressarcida, até que chegou outro produto no lugar do meu, note que esse “novo” produto veio totalmente quebrado, remendado com cola quente, em situação pior do que se encontrava.

Procuramos a empresa Americanas.com, e eles alegaram que era caso da assistência técnica, e não tinha mais nada a ver com eles. Eu já não estava mais satisfeito com o produto que comprei, visto que apresentava demasiados problemas, então propus a devolução do dinheiro pago pelo produto, esquecendo o que gastei com transporte, ligações interurbanas, etc., mas me foi recusado. Tentei por mais uma vez o envio a assistência técnica, dessa vez voltou outro produto no lugar (usado), que apresentou defeitos também. Me vendo cansado, procurei um advogado, mas como a causa era pouca, ele me instruiu a seguir sozinho no processo contra a Americanas.com.

Fiz um pedido indenização por danos físicos e morais, e ressarcimento. Consegui uma audiência, foi marcada, mas no fórum disseram que o oficial não localizou ninguém da empresa, portanto foi adiada a audiência.

O promotor me pediu para achar um endereço da matriz deles em São Paulo, achei o endereço da loja âncora de Barueri – SP e passei para o promotor. Agora estou no aguardo do processo, qualquer novidade a respeito, todos vão saber, seja ela positiva ou negativa.

É isso aí amigo… Agradeço mais uma vez o apoio.

Abração

Derek

03
set
09

PERDI A COMANDA, E AGORA???

Um caso recorrente: a pessoa sai para se divertir em uma danceteria (boates/barzinhos) e, de repente, não encontra a comanda que lhe foi entregue na entrada para registrar a despesa. O que fazer? Aprenda a se proteger. Repasse para seus filhos, amigos, policiais, seguranças, donos dessas casas, etc., pois talvez eles desconheçam a lei.

Aspectos legais em caso de perda da comanda.
por Sérgio Ricardo Tannuri (advogado, especialista em Direito do Consumidor e Diretor da Associação Comercial e Industrial de São Caetano do Sul.

fonte: http://www.portaldoconsumidor.gov.br/noticia.asp?busca=sim&id=962

Às vezes, pode ter sido uma simples displicência de alguém que, sem querer, perdeu a comanda, assim como pode ter havido um premeditado furto do cartão por pessoas de má-fé. Isso é comum, pode acontecer com qualquer um de nós ou com nossos amigos (está sendo examinado um caso de extravio real). Porém, para o dissabor de quem teve sua comanda extraviada, o estabelecimento impõe como condição para que o consumidor saia do local o pagamento de uma multa altíssima, que, em algumas casas noturnas, chega a R$ 400,00.

Desde já, vale esclarecer:

não existe lei que obrigue quem perdeu a comanda a pagar uma quantia a título de multa ou taxa. Isso é pura extorsão. A cobrança de multa pela perda de comanda é um abuso e é considerada ilegal pelo Código de Defesa do Consumidor. É obrigação do prestador de serviços vender fichas no caixa ou ter um sistema eletrônico de controle sobre as vendas de bebidas e comidas dentro de seu próprio recinto.

Se a casa não tem um controle sobre o que foi vendido, não pode explorar o cliente pois, em direito do consumidor, o ônus da prova é sempre do comerciante ou prestador de serviços. Porém, a realidade do mercado revela verdadeiros atentados contra os direitos do jovem consumidor que sai à noite para se divertir. Ao exigir a cobrança desta espécie de taxa, os responsáveis pelo estabelecimento invariavelmente acabam cometendo crimes contra a liberdade individual do cidadão. Levam a pessoa para “quartinhos” ou “salas separadas” e passam a intimidá-la através de seguranças brutamontes.

Insistir nessa prática extorsiva é considerado constrangimento ilegal (Art. 146 do Código Penal), pois constranger alguém mediante violência ou grave ameaça para fazer o que a lei não manda (pagar uma multa extorsiva) é crime, podendo o gerente e o dono do estabelecimento serem presos e condenados à pena de detenção, que varia de 3 meses a 1 ano. Em alguns casos, a coisa fica até mais grave pois o consumidor que perdeu a comanda é impedido por seguranças de deixar a casa se não pagar a tal taxa abusiva. Isso é um absurdo e é considerado crime de seqüestro e cárcere privado (Art.. 148 do Código Penal), que prevê pena de prisão de 1 a 3 anos ao infrator.
Nesses casos extremos de crimes contra a liberdade individual, o cliente tem que ser intransigente: deve pagar apenas o que consumiu ou discar 190 e chamar a polícia imediatamente para registrar queixa contra seus ofensores. Agir passivamente neste caso é causar um prejuízo à sociedade… está beneficiando os infratores.

Lembre-se, portanto, que exigir o pagamento de multas altíssimas para quem perdeu sua comanda é considerada prática abusiva (e conseqüentemente ilegal), pelo Código de Defesa do Consumidor e deve ser denunciada ao órgão competente.

MAIS DETALHES: http://www.portaldoconsumidor.gov.br/noticia.asp?busca=sim&id=962

31
ago
09

O marco regulatório do Pré-sal

Ainda não tenho opinião formada sobre toda essa pirotecnia em torno do Pré-sal. Porém, vejo com bons olhos qualquer política para valorização do nosso Brasil. Uma coisa é certa: se todos os barris de petróleo que se espera encontrar nesta área forem confirmados, todos nós sairemos ganhando.

Bom, encontrei um arquivo de apresentação em formato powerpoint (.ppt) utilizado pela Ministra Dilma para apresentar o pré-sal e as propostas do governo. O arquivo foi divulgado pelo governo e, posteriormente baixei-o no site G1.

Faça download do arquivo e fique por dentro das propostas do governo para o pré-sal: marcoregulatorio.ppt

26
ago
09

Criado mais um ralo de dinheiro público

Uma nova secretaria para planejar, desenvolver, acompanhar e monitorar as atividades na área de futebol e apoiar ações ligadas a eventos de grande porte. Uau… como eu podia viver sem isso? Nossa, imaginem que ótimo, mais um órgão para pendurar umas 20 pessoas (no mínimo).

Entre acessores, secretárias, pessoal de limpeza, seguranças, especialistas no assunto e alguns parentes que possam aparecer e claro o próprio secretário, desembolsaremos quanto?

Estamos de olho, o Projeto de Lei da criação dessa secretaria é o número 3620/08.

Como diria os Titãs: “A solução pro nosso povo eu vou dar, a solução é alugar o Brasil”

Veja a notícia em http://migre.me/5RIh

Tô Na Queixa!!

16
ago
09

Jeitinho Brasileiro

Nesses últimos tempos os brasileiros vêem falando muito sobre corrupção, e, geralmente quando somos questionados sobre esse assunto, nós brasileiros logo falamos sobre política. Mas o que é mais intrigante é que a maioria de nós que criticamos ferozmente nossos representantes, usamos em demasiado uma quantidade artifícios que fogem dos padrões éticos e morais.

Falo meus caros, do que é chamado de “Jeitinho Brasileiro”, uma certa mistura de “malandragem” com “jogo de cintura” que, infelizmente, está tão empregado na nossa cultura. O cidadão que quer fazer valer seus direitos hoje, é o mesmo que usa esse “Jeitinho Brasileiro” para conseguir as coisas.

Continue lendo ‘Jeitinho Brasileiro’